O CARDÁPIO DE HOJE, Wagner Martins (Poesia)



O CARDÁPIO DE HOJE

O quanto seguimos
tão vazios de Deus!...

O quanto seguimos
tão vazios até de nós mesmos!...

Por poucos, e leves motivos
reclamamos da vida,
e assim, esses poucos
se multiplicam no dia a dia!...

há um desespero
em consumismo,
há uma desesperadora
carência de exemplos na vida,
viramos fãs dos que
nem ao menos nos abraçou,
há um desespero tremendo
por alegria,
nos agarramos ás ilusões
com muita paixão!...

Que fome sentimos de tudo de verdade!...

Nos nutrimos de tantas futilidades....
deixamos em branco
a pergunta tão pessoal:

QUEM É VOCÊ?

- Wagner Martins

4 de junho de 2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário