É DE CADA UM, Wagner Martins (Poesia)



É DE CADA UM

Nas interpretações
não interfiro:

Se eu escrever:

Espanquei a namorada,
Logo ela veio a mim
Como uma fiel cadela!

Muitos vão me crucificar,
Me maldizer...
Outros vão me coroar,
Me bendizer...

O que posso fazer?!

- Wagner Martins

16 de julho de 2018

FILHOS DO DESPREZO, Wagner Martins (Poesia)



FILHOS DO DESPREZO

Sinto uma extrema impotência
ao ver meus próximos
Revirando lixos a buscar comida...
de mãos atadas, as juntos, e oro:
da impotência o amor aos próximos gemina,
do peito raia a luz me fazendo esperançoso!...

- Wagner Martins

16 de julho de 2018

O PREÇO DAS GUERRAS, Wagner Martins (poema)



O PREÇO DAS GUERRAS

Quem vai a guerra é louco...
Nos cercam de injustiças,
E mais injustiças desejamos
Em nome da justiça...
Não existe intervenção sem dor,
Não alcançaremos graças
Se ao deus das armas nos sacrificarmos,
Sempre muitos inocentes serão vitimas!...

Quem vai a guerra é louco...
não ama a quem o ama,
não ama-o,
Não valoriza a vida.
É muito confuso:
Enfrentar a violência com mais violência,
É igual vim combater a escuridão com o escuro,
Como alcançar a paz negando a vida?!

Quem vai a guerra é louco...
E esses depois de se matarem
Nessa loucura, serão esquecidos,
entretanto, as guerras fazem “heróis”:
Os mesmos que lucram, e incentivam
Os conflitos, depois se declaram em favor da paz!

- Wagner Martins

1 de julho de 2018

LINDÍSSIMO BRASILEIRO, Wagner Martins (Poesia)



LINDÍSSIMO BRASILEIRO
´
Me deparei
Em frente ao espelho,
E sorrir:

revi o brilho nos olhos pretos,
reconheci ao alisar o cabelo crespo,
Todo o encanto, e beleza da África
Em mim!
:
Revi meus traços, meu tom
Enlaçados, misturado
Com os do indígena,
E dos outros traços, outros tons
Desenhando-me, colorindo-me!

Notei, sem blasfemar, do meu rosto,
Certa semelhança com o de Cristo:
Queimado além da conta pelo sol quente!...

Do coração sentir
O que pulsa
Tantos corações sertanejos:
mesmo sem acesso
As letras,
A versar lindamente!

Aí uma pergunta fiz:

Como a consequência
Da miscigenação, das misturas
De povos em nós,
E até por nós mesmo
É tão amaldiçoada, odiada,
Perseguida, ridicularizada?!

Do reflexo
de um lindíssimo  brasileiro
Que eu estava apreciando
A resposta veio:

Por falta de amor próprio.

- Wagner Martins

14 de julho de 2018

ARRANJE PARA SI UM CORAÇÃO NA FUNERÁRIA! Wagner Martins (Poema)



ARRANJE PARA SI UM CORAÇÃO NA FUNERÁRIA!

Você
Simplesmente
Não tem coração:

Você
Confundi
Amor com sentimento de posse,
Amor com obsessão.

Você
Não sabe amar,
Só sabe demostrar que está feliz,
Pois sua refém
É doutrinada a fazer
tudo que lhe agrade
Por estar acostumada
em lhe amar!...

- Wagner Martins

14 de julho de 2018

PIADA PSÍQUICA TÃO SEM GRAÇA, Wagner Martins (Poesia)



PIADA PSÍQUICA TÃO SEM GRAÇA

Racional?!
Até hoje não
Conheci um ser racional.

Vivemos como os mais selvagens
Dos animais,
Agindo por instintos primitivos:
Não pise no pé do coleguinha,
Porque ele mostra os dentes, lhe morde!

em tempo de cio,
Ficamos mais primitivos ainda:
Muitos deixam de lado a relação verdadeira,
E fazem o que se espera dos covardes, dos fracos!

Entendo agora aquele conselho:
Ajudar sem olhar a quem!
Pois se esperarmos o calor da gratidão
O coração morrerá congelado.

aliás não existe ação solitária,
é apenas um lindo conto de fadas;
quem tenta ser solitário
na maioria das vezes
idiotamente
só está se autopromovendo,
ou procurando a redenção!...

Ah, além dos irracionais, tem os loucos:
Esses sofrem bastante, amam cegamente...
O amor é como aquela linda flor
Que vive nos cactos entre espinhos.

Tantas formalidades hipócritas,
Para que tudo isso?!
Se atuamos como manada,
Se um cair será por nós atropelado...
Não temos tempo para nos ouvir,
Estamos ocupados demais
Julgando sem base, condenando a forca!...

Racional?!
Até hoje não
Conheci um ser racional.

- Wagner Martins

13 de julho de 2018

RENASÇA DAS CINZAS, Wagner Martins (Poesia)



RENASÇA DAS CINZAS

O monstro talvez vindo
da escola, dos transportes coletivos,
da igreja, da casa vizinha,
ou até mesmo de onde ela mora
invadiu seu lindo sonho:
agora se senti assustada, confusa,
humilhada, devastada, culpada, imunda...

Por dentro dói, por dentro sangra,
por dentro se atira no abismo
de milhões de pensamentos negativos,
e tudo isso a faz do silêncio submissa!...

Essa contínua dor
lhe faz se machucar, procurar uma dor maior,
para tentar esquecer, superar aquela dor...
assim vai se abrigando na sensação
que causa a dor!...

Mas eu acredito na sua força, na sua garra,
de vim superar o silêncio!
Eu acredito que essa possa novamente
Fazer seu jardim florescer,
deixando tão lindos os seus futuros sonhos!...

- Wagner Martins

12 de julho de 2018

FLORES DE PLÁSTICO,Wagner Martins (Poesia)


FLORES DE PLÁSTICO

Meninotes, o coração machucamos tanto
Por amar as flores de plástico:

Por suas formas belíssimas, e delicadas
Juramos que há nelas algum sentimento,
E assim nos doamos puros, por inteiros,
no fim da paixão ficamos sem nada!...

Chamam a atenção da maioria,
E coitado daqueles que desejam tê-las
no centro de sua vida,
Sentirão mais completos, com certeza,
tendo alguma criatura imaginária!...

São tão perfeitas, mais tão perfeitas,
Que nada fazem para agradar.
Acho que se pensassem seria assim:
- Já ficamos ao lado deles entediadas,
Pousando como seus troféus, suas lindas peças!
Parece que quando querem algo de nós
Ficam tão mimosas, sedutoras...
Fazendo valer o curso que tiveram com satanás!...

Porém não as vejo como inimigas,
Elas apenas nas vitrines mais caras
dos desejos ficam.
Os nossos inimigos
Fazem parte de nós:
São os olhos, e o coração indisciplinados.

- Wagner Martins

12 de julho de 2018