SENTIMENTO ESCRAVIZADOR, Wagner Martins (Poesia)



SENTIMENTO ESCRAVIZADOR

O sol da liberdade para mim raiou,
reacendeu-me com o calor do seu amor,
Descongelando todo meu pavor!...
Nesse momento, doce moça lhe declaro:
me sinto como um escravo,
que antes era mais um condenado
por a carrasca da solidão
vim ser castigado,
massacrado estar sobrecarregado de amor...
amor sem medidas, mas amar sem ser amado;
agora ser  um ser livre para ser feliz contigo,
Desfazendo de todas as amarrações
Das cordas das minhas apreensões...
Livre para ser cativo por um sentimento
Que quanto mais estreita a nossa relação,
Mais me sinto um feliz vulnerável, rendido,
Pois esse sentimento que por você cultivo:
Resumi, substitui todos os meus sentidos
Em somente um: amar você.
O meu passado, meu presente, futuro, e além...
Tudo isso, já deixou de ser tão inseguro,
já que você com seus raios de carinhos,
faz pulsar fervorosamente o meu peito,
assim faz correr
em todas as veias dos meus pensamentos,
sentimentos, sentidos, emoções...
vai exalando o seu aroma
nas veias que percorre em todo meu corpo
essa flagrância que causa
a mais profunda felicidade
na minha vida vim lhe ter,
e eu vim feliz ser
por tudo que você me proporciona,
também vim dependente ser
um satisfeito escravo
desse sentimento escravizador,
que e esse é o amor
direcionado a dona desse sorriso radiante!...

- Wagner Martins


terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário