DE TODOS GARGALHANDO, Wagner Martins (Poesia)

Nenhum texto alternativo automático disponível.



DE TODOS GARGALHANDO


Os meus mais íntimos
Dizem que sou chato, que encabulo,
sou uma pedra num sapato...
realmente, eu FELIZMENTE sou tudo isso:
Pois irrito, critico, piadas faço
Com quem esteja ao redor,
Mango demais dos que se queixam
das correntes dos compromissos...
E quando ninguém
Acham engraçado do que falo,
repito até acharem!...

Mas poucas pessoas rebatem,
Ou dificilmente chegam a me irritar,
Enquanto isso exclamo para me defender:
Eu já sou um babão, aleijado mesmo oras,
Do que mais gozado vão a me ofender!!!
E assim continuo de todos a gargalhar!...

- Wagner Martins

segunda-feira, 14 de maio de 2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário